Pesquisa da Conab mostra que estoque privado de café cresce 31%

Desempenho é resultado da produção recorde de café registrada em 2018 - 61 milhões de sacas
Foto: Visual Hunt

O volume de café armazenado até o dia 31 de março alcançava 12,8 milhões de sacas de 60 kg, um aumento de 31,2% quando comparado com o volume registrado na pesquisa anterior, que foi de 9,8 milhões de sacas. Os números são de pesquisa realizada pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgada nesta quinta-feira, 13 de junho.

Conforme a estatal, o desempenho é resultado da produção recorde de café registrada em 2018 (61 milhões de sacas), que teve impacto nos estoques privados do produto para este ano. A variedade arábica corresponde a 92% do total apurado, com cerca de 11,8 milhões de sacas do produto.

Continue a leitura após o anúncio

Já o tipo conilon representa 8% do volume armazenado levantado, chegando a aproximadamente 1 milhão de sacas. Líder na produção nacional com os três maiores Estados produtores do País, a Região Sudeste abarca 94,77% dos estoques de café. Só em Minas Gerais, por exemplo, há registros de armazenamento de 9,2 milhões de sacas do arábica e 13,7 mil de conilon, um aumento de 24,2% nos estoques.

O Espírito Santo também seguiu o comportamento de alta, passando de 542,2 mil sacas do café conilon para 769,9 mil, uma elevação de 42%. Já em São Paulo, o acréscimo chegou a 44,1% com a marca de 1,9 milhão de sacas estocadas, entre arábica e conilon.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO