Peste suína africana ainda afeta granjas comerciais na Romênia

Segundo o adido do USDA em Bucareste, o número de surtos ativos de PSA no país totalizava 401 em meados de março
Foto: Reprodução

O número de surtos ativos de peste suína africana (PSA) na Romênia totalizava 401 em meados de março, incluindo 14 em granjas comerciais, disse o adido do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) em Bucareste, citando dados da Autoridade Nacional Veterinária e de Segurança Alimentar.

Embora o número total seja menor do que os registrados nos primeiros trimestres de 2019 e 2020, relatos na mídia romena indicam que o número de surtos em granja maiores, com estoque de pelo menos 20 mil animais, é maior na comparação anual. “Logo, os impactos reais sobre a produção de carne suína, descarte de carcaças e despesas com desinfecção provavelmente são maiores”, disse o adido em comunicado.

A grande maioria dos surtos ocorreu em pequenas granjas e criações domésticas. No entanto, quando granjas comerciais estão localizadas dentro das zonas de proteção ou de monitoramento (num raio de 3 km e 10 km, respectivamente, de áreas com casos positivos de PSA), há restrição de movimentação de animais para outras granjas ou abatedouros, explicou o adido. Isso cria problemas logísticos para os criadores comerciais afetados.

Em 2020, o estoque de suínos na Romênia caiu 2,6% ante o ano anterior. Já o número de matrizes diminuiu 4% na mesma comparação, de 309 mil para 297 mil. Com isso, a importação de leitões aumentou 17,6% no ano passado, afirmou o adido.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.