PIB do agronegócio acumula alta de 1,15% de janeiro a outubro de 2019

Segmento de insumos foi o principal responsável pela alta em 10 meses no ano passado

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 1,15% de janeiro a outubro de 2019, segundo levantamento da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP).

O segmento de insumos foi o principal responsável pela alta em 10 meses no ano passado, com expansão de 7,19%, puxado principalmente pelos defensivos, fertilizantes, rações e medicamentos, que aumentaram a produção e tiveram melhores preços e faturamento, informa a CNA, em comunicado.

Também houve crescimento nos serviços (2,88%) e na agroindústria (2,76%). O setor primário (dentro da porteira) foi o único a ter queda (-4,96%) dentro da cadeia produtiva global do agronegócio.

Por ramo, o PIB da cadeia produtiva da pecuária teve elevação de 13,09% de janeiro a outubro de 2019, com alta em todos os segmentos: primário (13,94%), agroindustrial (11,54%), serviços (14,65%) e insumos (3,17%). Já a agricultura recuou 3,24% no mesmo período, reflexo da queda nos segmentos primários (-13,79%) e serviços (-1,86%).

Por outro lado, os insumos subiram 9,10%, resultado impulsionado por defensivos e fertilizantes. O desempenho mensal do PIB do agronegócio global foi de 0,96% em outubro. Houve expansão nos segmentos de agrosserviços (1,22%), agroindustrial (1,06%) e primário (0,71%) e queda nos segmentos de insumos (-0,33%). A agricultura cresceu 0,51% e a pecuária, 2,11%.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.