[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Conheça o plantio de pasto com muda de bandeja

Segundo o engenheiro agrônomo Rodolfo Cyrineu, a formação mais rápida da pastagem e pureza das mudas estão entre as vantagens do sistema

O plantio exige subsolagem, aração e gradagem, para descompactar e nivelar a área. Fotos: Rodolfo Cyrineu

Por Larissa Vieira

Com as chuvas caindo nos pastos de boa parte do Brasil, é hora de aproveitar para fazer o plantio de mudas de gramíneas forrageiras. Em função do grau de pureza elevado e da agilidade do processo de plantio e formação de pastagem, uma opção que vem crescendo no Brasil nos últimos anos é o uso de mudas de bandeja.

Segundo o engenheiro agrônomo Rodolfo Cyrineu, que é especialista em pastagem, o uso de mudas de bandeja é recomendado para quem vai iniciar a formação das primeiras áreas de pastagem com gramíneas que não se propagam por semente e não quer correr o risco de plantar mudas sem alto grau de pureza, ou seja, levar outras variedades de forrageiras para o pasto.

VEJA TAMBÉM:
+Embrapa: inoculação multifuncional visa potencializar as pastagens
+Pastagens: Mandobi busca parceiros
+Pastagens: Aposta na BRS Kurumi

Pode ser usado por qualquer propriedade de corte, mas principalmente para aquelas que desejam intensificar o ganho de peso por hectare em sistemas rotacionados menores, formados por gramíneas de alto valor nutritivo.

“Uma opção é a grama-estrela-roxa africana, que é muito rústica e bastante usada no norte do País, por ter elevada produtividade por área e a boa qualidade da forragem. Ela está num patamar acima das braquiárias por causa de seu maior valor nutritivo, que chega a 14% de proteína bruta. Além disso, permite alta rotação, tem grande resistência ao pisoteio e à cigarrinha e boa capacidade de adaptação a diferentes tipos de solo e de clima”, explica.

Segundo ele, o sistema também pode ser usado para outras variedades de forragem, como o tífton e até de capiaçu, usado para silagem.

Bandeja de mudas de tífton.

 

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.