Plantio de soja na Argentina avança para 39,3% da área prevista para 2020/21

Já a semeadura de milho soma 31,9% do total estimado, um atraso de 14,3 pontos percentuais em comparação com a safra passada
Foto: Wright/Bloomberg

A Bolsa de Cereais de Buenos Aires informou que o plantio da soja 2020/21 na Argentina alcança 39,3% da área projetada em 17,2 milhões de hectares. O desempenho representa um avanço de 10,6 pontos porcentuais em relação à semana anterior (incorporando 1,8 milhão de hectares plantados) e alta anual de 0,4 ponto porcentual.

De acordo com relatório semanal da bolsa, “os maiores avanços se concentraram no centro da área agrícola do país, impulsionados por condições climáticas favoráveis e uma condição hídrica entre ótima e adequada”.

Já plantio de milho argentino continua atrasado. A área plantada até o momento atinge 31,9% do total estimado em 6,3 milhões de hectares para o ciclo 2020/21. Houve avanço de apenas 0,5 ponto porcentual na semana e o atraso em comparação com a safra passada é de 14,3 pontos porcentuais.

“Desde nosso relatório anterior, o plantio de milho concentrou-se no sul do área agrícola do país. As chuvas aliviaram o clima seco durante os últimos dias e as reservas de água melhoraram nos lotes com plantio mais avançado.”

Quanto ao trigo, a Bolsa relatou que os produtores colheram até agora 30,9% da safra 2020, avanço semanal de 11,1 pontos porcentuais e uma atraso de 0,2 ponto porcentual na comparação anual. A projeção de colheita está mantida em 16,8 milhões de toneladas.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.