Prazo para regularizar a declaração do rebanho em Rondônia termina em 15 de julho

Campanha de declaração obrigatória de rebanhos teve a duração de 60 dias

O produtor rural e criador de bovino, bubalino, suíno, ovino, caprino, equídeo e de aves que ainda não declarou o rebanho junto à Agência de Defesa Sanitária Agrosilvopastoril do Estado de Rondônia (Idaron) tem até esta quarta-feira, 15 de julho, para regularizar a declaração.

+ Prazo para declaração de rebanho em Rondônia é prorrogado até 30 de junho

Continue a leitura após o anúncio

Os produtores inadimplentes, que não conseguiriam fazer a declaração dentro do período estabelecido, continuarão com as fichas bloqueadas para emissão de Guia de Trânsito Animal (GTA), até que regularizem a situação.

A campanha de declaração obrigatória de rebanhos teve a duração de 60 dias, de maio a junho, e até esta terça-feira, 14, atingiu 99,2% dos produtores.

“Falta pouco, menos de um por cento dos produtores ainda não declararam. Mas ainda há tempo, a Idaron disponibiliza de diversas ferramentas para atender o produtor e permitir que ele faça a declaração sem sair de casa, para prevenir contágio pelo Covid-19”, salientou o médico veterinário Júlio Cesar Rocha Peres, presidente da Idaron.

A campanha de declaração de rebanhos faz parte das estratégias adotadas pelo Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) para que Rondônia seja reconhecida internacionalmente como área livre de aftosa sem vacinação.

Fonte: Idaron

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO