Preço do gado australiano é o mais caro do mundo

Valor da boiada produzida no país da Oceania superou o preço do animal dos EUA, que encontrou em forte declínio com a crise gerada pela pandemia da Covid-19

Atualmente, o preço do boi gordo australiano é o mais caro entre os principais países exportadores de carne bovina do mundo, informa o portal australiano Beef Central.

Fonte: Beef Central

Nos últimos dez anos, relata o portal, os valores do gado vivo australiano raramente superaram os preços dos bovinos criados nos EUA em termos de dólar americano. No período de uma década, isso ocorreu uma última vez, em 2016, quando os produtores australianos pretendiam reconstruir os rebanhos bovinos, em um momento em que a demanda internacional por carne bovina estava aumentando. Ao mesmo tempo, naquele período, os preços do gado nos EUA estavam sendo empurrados para baixo devido à seca.

Continue a leitura após o anúncio

Quadro atual

Embora os preços recordes registrados neste ano do boi gordo da Austrália tenham sido puxados pela escassez geral de oferta de gado – ocasionada pela redução do rebanho após dois anos de seca –, outros fatores para alta também estão em jogo, observa a Beef Central.

O grande declínio registrado nos preços do gado nos EUA nos últimos meses é um dos principais fatores. “Vimos que os preços dos animais nos EUA realmente caíram de um penhasco, enquanto os preços de carne no atacado foram na direção oposta durante a (atual) pandemia da Covid-19”, disse o analista Adam Cheetham, do MLA, ao Beef Central, que também destaca a queda de preços dos bovinos nos países da América do Sul.

Desde o final de junho, os preços do gado nos EUA foram, em média, os mais baixos desde 2010. Segundo reportagem do portal australiano, nos meses de maio e junho houve um excedente de oferta de gado nos EUA, durante o fechamento em massa de plantas de processamento no país devido à crise do novo coronavírus. Isso fez com que os preços do gado nos EUA caíssem acentuadamente.

No ranking de países exportadores com preços mais altos para bovinos também aparecem, além de Austrália e Estados Unidos, o Uruguai, Brasil e Argentina.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO