Menu
Menu

Leite: preço ao produtor cai 3,78% em setembro no RS

Ainda assim, no acumulado de janeiro a setembro, o valor médio nominal é o melhor dos últimos tempos

O preço médio do leite pago ao produtor caiu pelo segundo mês consecutivo no Rio Grande do Sul. Para setembro, o Conseleite-RS projetou em R$ 1,1480 o valor do litro, ou 3,78% abaixo do R$ 1,1931/litro de agosto. O principal motivo para o recuo de preços é a entrada da safra, avalia o professor e economista da Universidade de Passo Fundo, Eduardo Finamore. “Contudo, temos, em valores acumulados de janeiro a setembro, o melhor preço médio nominal dos últimos tempos”, pontuou.

Em termos reais, o valor do leite em 2018 está em seu pico, com média acumulada anual de R$ 1,1220.
O secretário-executivo do Sindilat, Darlan Palharini, pontuou a importância de equilibrar o mix de produção para estabilizar o mercado, hoje ainda muito concentrado no UHT. “A produção de leite em pó e queijos sempre ajuda”, citou.

Apesar da queda no preço médio do leite, o valor do UHT – principal produto do mix de derivados lácteos gaúchos – segue acima dos parâmetros de anos anteriores. Palharini ressaltou também a relevância de incentivar as exportações para garantir menores oscilações no mercado nacional.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Produtores já estão testando novo modelo de produção de novilhas

A Agropecuária JBJ, de GO, e a Fazenda Rancho Fundo, do MS, suplementam as fêmeas desde bezerras para desafiá-las na IATF aos 13-14 meses.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

“Precocinhas” Nelore no confinamento

Os sistemas de produção de novilhas precoces também abrem caminho para a engorda dessas fêmeas para venda bonificada a programas de carne de qualidade.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Novilhas Nelore sob holofotes

Elas são as novas estrelas da pecuária, graças aos avanços em precocidade com prenhez aos 13-14 meses, e valorização nos projetos de carne gourmet. Agora, elas também são objeto de pesquisa da Apta-Colina para o desenvolvimento de sistema específico de produção, a exemplo do programa do Boi 7-7-7.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho