Protagonismo feminino avança no campo

Lu Romancini, CEO da Romancini Troncos e Balanças

“Temos que preservar e alimentar o mundo com qualidade”

Para a executiva Lu Romancini, CEO da Romancini Troncos e Balanças, o aumento da produtividade por hectare na pecuária mostra que o setor tem papel relevante na preservação do meio ambiente e na mudança de comportamento dos agentes dessa cadeia.

Continue a leitura após o anúncio

“Pecuária 4.0 é igual à rentabilidade”

Lu Romancini, CEO da Romancini Troncos e Balanças, fala sobre a pecuária 4.0 e o que isso significa para o setor, em termos monetários. Segundo a executiva, são US$ 67 bilhões de incremento no setor, em nível global. Mas não é somente isso: a capacitação é uma fronteira.

“Tem mulheres e homens que nascem para serem líderes”

A advogada Lu Romancini, CEO da Romancini Troncos e Balanças, com sede em Laranjeiras do Sul, PR, é mais que uma executiva do setor da pecuária. Nos últimos anos, além de administrar sua empresa, ela tem se tornado referência no movimento de mulheres do agronegócio.

O olhar atento dessa executiva coloca uma questão: a essência do atual movimento feminista está no esforço contínuo entre mulheres e homens para a construção de um setor mais produtivo.

Leia entrevista completa com Lu Romancini que saiu no especial Perspectivas 2020 do Anuário DBO.

Preencha o formulário abaixo para baixar o PDF

A edição completa do Anuário DBO 2020 já está disponível para assinantes. 

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Veja também

Confinamento também funciona como “ilha”

Confinamento aliviou a taxa de lotação da Fazenda Bararuba, em Paranavaí, noroeste do Paraná, e deu inicio a intensificação

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.