[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Qual o perfil do atual consumidor de genética?

Mais de 90% do sêmen comercializado no mercado brasileiro é de animais classificados até TOP 5% nos programas de melhoramento

Por Carolina Rodrigues

No passado, quem visitava a Expozebu, em Uberaba, MG, se deparava com uma cena corriqueira: representantes de diferentes centrais de inseminação artificial enfileirados nas arquibancadas do Parque Fernando Costa à espera do anúncio dos grandes campeões das raças zebuínas. Estavam ali para disputar a contratação dos animais que se tornariam os líderes de venda de sêmen do País.

Hoje, essas empresas têm realizado suas contratações bem longe dos parques agropecuários, diretamente nas fazendas, com base em dados dos programas de melhoramento genético. O “namoro” com os “futuros eleitos” começa pelas avaliações genômicas dos animais à desmama e se efetiva nos lançamentos dos diferentes sumários durante a Expogenética, também em Uberaba, no mês de agosto, quando os tourinhos atingem o sobreano e podem ter seu sêmen coletado para comercialização.

Levantamento da Alta Genetics, que detém 52% de todo o mercado de sêmen da raça Nelore, apontam que, em 2006, a maioria dos produtores comprava sêmen de touros classificados como TOP 25% no índice da ANCP (Associação Nacional de Criadores e Pesquisadores), mas, nos últimos 10 anos, esse cenário mudou muito. Os “consumidores de genética” se tornaram mais exigentes. Em 2016, os clientes da empresa já davam preferência para animais TOP 3% e, em 2019, TOP 0,5%.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Veja também: