Menu
Menu

Quem preservar os chifres das vacas deve receber subsídio?

Esta questão, relevante, será posta em votação no referendo que a Suíça realiza no próximo domingo
foto: wallhere

A Suíça realizará um referendo no próximo domingo para saber se seus cidadãos concordam que fazendeiros que defenderem a preservação do chifre das vacas e das cabras têm direito a subsídio governamental. A questão é considerada de grande importância, uma vez que as vacas com chifres são um símbolo nacional.

A ideia veio de fazendeiros que defendem os direitos dos animais e, mais especificamente, das vacas. A proposta consiste em subsidiar os pecuaristas que escolherem não remover os chifres dos animais, de maneira que os contribuintes deverão opinar se concordam com a utilização dos impostos para lutar contra essa prática comum no país.

De um lado, os defensores da remoção dos chifres explicam que este procedimento é importante para facilitar o manejo do rebanho e evitar que animais e seres humanos se machuquem no processo. De outro lado, os críticos argumentam que os chifres são elementos importantes do comportamento destes animais, uma vez que servem para coçar, se resfriar e se comunicar.

Na Suíça, uma proposta pode virar tema de uma votação popular desde que tenha 100 mil assinaturas em seu favor. Não foi difícil obter o apoio na proposta referente aos chifres, considerando que o país é coberto de pastos de bovinos, sendo as vacas com chifre um símbolo nacional que, historicamente, representa independência e força militar.
Fonte: O Globo

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Produtores já estão testando novo modelo de produção de novilhas

A Agropecuária JBJ, de GO, e a Fazenda Rancho Fundo, do MS, suplementam as fêmeas desde bezerras para desafiá-las na IATF aos 13-14 meses.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

“Precocinhas” Nelore no confinamento

Os sistemas de produção de novilhas precoces também abrem caminho para a engorda dessas fêmeas para venda bonificada a programas de carne de qualidade.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Novilhas Nelore sob holofotes

Elas são as novas estrelas da pecuária, graças aos avanços em precocidade com prenhez aos 13-14 meses, e valorização nos projetos de carne gourmet. Agora, elas também são objeto de pesquisa da Apta-Colina para o desenvolvimento de sistema específico de produção, a exemplo do programa do Boi 7-7-7.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

Café com frio

Especialista dá dicas de como evitar problemas com o frio no cafezal, cultura que gosta de “cabeça quente e pés frios”

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho