Rabobank diz que oferta global de grãos e oleaginosas é suficiente para atender à demanda

Banco afirma, no entanto, que gargalos por causa do coronavírus preocupam

A oferta global de grãos e oleaginosas deve ser suficiente para atender à demanda, mas a pandemia de coronavírus está criando vários gargalos sensíveis na cadeia de suprimentos, segundo relatório do Rabobank.

A expectativa por enquanto é de safras robustas de trigo, arroz, milho e soja, diz o banco, acrescentando que a commodity que corre maior risco é o óleo de palma, devido à grande necessidade de trabalho manual e ao fato de que a safra precisa ser processada rapidamente após a colheita. O Rabobank destaca que os preços de grãos estão voláteis em 2020, mas têm apresentando melhor desempenho que o de hard commodities como o petróleo.

No momento, o banco não prevê redução expressiva da área plantada por causa da pandemia, mas diz que a disponibilidade de fertilizantes, sementes e defensivos precisa ser monitorada.

A corrida aos supermercados em meio ao pânico gerado pelo vírus e o aumento dos estoques do governo em vários países resultaram em aumento no curto prazo da demanda por arroz, trigo, farinha e alimentos não perecíveis com base de amido, diz o banco.

Segundo o Rabobank, a maior queda da demanda deve ser observada na indústria de biocombustíveis. O óleo de soja é uma das principais matérias-primas usadas na fabricação de biodiesel, enquanto o etanol nos EUA é feito principalmente com milho.

O banco diz também que a demanda por grãos para ração animal vai depender de vários fatores, entre eles a disponibilidade de funcionários para abate e processamento.

O Rabobank diz que restrições de alguns governos à exportação para garantir o abastecimento doméstico é motivo de preocupação. “Tendo em vista a concentração das exportações em alguns países, proibições podem ter um sério impacto sobre a oferta global”, afirma o banco, citando medidas adotadas por Vietnã, Rússia e Casaquistão.

Já a interrupção da circulação de mercadorias, com o fechamento de fronteiras na Europa ou restrições ao transporte em vias municipais, como na Argentina, pode atrapalhar também o fornecimento de produtos das fazendas para as unidades de processamento e portos, diz o Rabobank.

Nos portos, inclusive, os procedimentos estão levando mais tempo por questões de higiene e segurança. Embora os setores de alimentos, agronegócios e energia sejam considerados essenciais, o fechamento de algumas indústrias, ativos ou regiões por causa do coronavírus pode afetar a oferta. O banco cita como exemplo o fechamento temporário pelo governo da Malásia da indústria de óleo de palma em Sabah.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO | Pasto inteligente

Veja os destaques da edição de novembro e o ‘Especial Pastagem’; na capa, a formação de pastos multigramíneas, visando oferecer mais capim nas águas e reduzir a escassez na seca, é o novo horizonte das pesquisas

Revista DBO | Pasto inteligente

Veja os destaques da edição de novembro e o ‘Especial Pastagem’; na capa, a formação de pastos multigramíneas, visando oferecer mais capim nas águas e reduzir a escassez na seca, é o novo horizonte das pesquisas

Publieditorial

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.