Rabobank vê recuperação lenta do consumo interno de carne bovina

Rabobank aponta desaceleração na economia brasileira como limitação ao aumento do consumo interno

O consumo per capita de carne bovina no Brasil tende a crescer ao longo de 2019, “mas levará algum tempo para alcançar os níveis registrados no período pré-crise econômica”, segundo previsão do banco holandês Rabobank, que divulgou nesta segunda-feira um novo relatório sobre o comportamento do mercado mundial de carne bovina (veja mais informações no Portal DBO)

O posição mais cautelosa dos analistas do Rabobank em relação à recuperação do consumo de carne bovina é baseada nas informações recentes de desaceleração na economia brasileira.

Continue a leitura após o anúncio

O banco cita a revisão na estimativa de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) para 2019, para 1,5%, em comparação com 2,1% previstos no início do ano, além alta de desemprego (cerca de 12%).

O Rabobank ainda destacou o bom desempenho das exportações brasileiras de carne bovina neste ano, e as expectativas de uma demanda mundial ainda mais forte por conta da proliferação do vírus da peste suína na China e outros países asiáticos.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO