Recintos de leilões e feiras em Santa Catarina já podem receber produtores

Nova portaria mantém a preferência pelos virtuais, mas permite eventos presenciais respeitando a ocupação de 30% do total


O Governo de Santa Catarina liberou as atividades realizadas em feiras e leilões de gado no estado. Uma nova portaria (SES Nº 288, de 06/05/2020), publicada em 7 de maio no Diário Oficial do Estado, autoriza a presença de produtores e compradores nos eventos, desde que cumpram as recomendações para diminuir os riscos de contaminação pelo coronavírus (Covid-19).

+ Venda de terneiros em remates virtuais é monitorada no Rio Grande do Sul
+ Com evento cancelado, Megaleite será transmitida pela televisão

O documento atende demanda da Federação da Agricultura e Pecuária de Santa Catarina (Faesc) e revoga a Portaria 242, publicada em 10 de abril.

O novo texto mantém a preferência para a transmissão online. Na impossibilidade deste formato, está permitida a modalidade presencial, respeitando a ocupação máxima de 30% do total do recinto e com a participação de pessoas previamente cadastradas e convidadas pela empresa leiloeira.

As recomendações seguem as exigências anteriores, como a utilização obrigatória de máscaras por todos os envolvidos (organizadores, visitantes e participantes em geral), obedecendo distância mínima de 1,5 metro entre cada pessoa, e demais normas de higienização (álcool em gel e lavatórios).

Além disso, a recepção dos animais só pode ocorrer em horário agendado por lote, sendo permitida apenas a presença do motorista do caminhão e de um proprietário ou responsável no recebimento dos bovinos.

A fiscalização dos estabelecimentos ficará a cargo das equipes de Vigilância Sanitária e das equipes de Segurança Pública, informa a portaria assinada pelo secretário de Saúde, André Motta Ribeiro.

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Sou pecuarista e esse frigorífico é meu

Leia a Revista DBO que encerra o ano de 2020. Ela conta a mais nova façanha da Cooperaliança, a primeira cooperativa a verticalizar a cadeia da carne bovina, além de trazer outras 25 reportagens e artigos.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.