Recuo vendedor sustenta cotações do algodão

Oferta de pluma, principalmente de boa qualidade, no mercado spot está inferior à demanda

A disponibilidade de algodão no mercado spot, especialmente de boa qualidade, está inferior à demanda, cenário que tem sustentado os preços da pluma, mesmo em pleno período de safra nacional. De 18 a 25 de setembro, o Indicador do algodão em pluma Cepea/Esalq, com pagamento em 8 dias, subiu ligeiro 0,15%, fechando a R$ 3,1925/lp nessa terça-feira, 25 – na parcial do mês, o Indicador permanece praticamente estável (+0,09%).

Continue a leitura após o anúncio

Segundo colaboradores do Cepea, boa parte dos cotonicultores segue focada no cumprimento de entregas de pluma aos mercados interno e externo. Quando há oferta para entrega rápida, muitas vezes, trata-se de lotes heterogêneos em qualidade. Tradings, por sua vez, mostram pouco interesse de venda no mercado doméstico, voltadas aos negócios para exportação.

Do lado comprador, parte das indústrias e comerciantes está presente no mercado, em busca de lotes para entregas rápidas, enquanto outras seguem fora do mercado, trabalhando com a pluma já adquirida por meio de contratos. Entretanto, a “queda de braço” entre compradores e vendedores quanto a valores e qualidade segue limitando os fechamentos, sendo comum efetivações de pequenos volumes.

Fonte: Cepea.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO