Relação de troca favorece recriador em MG

Valorização do boi gordo nos últimos deu um novo ânimo ao mercado de reposição no Estado
Foto: Scot Consultoria

Em Minas Gerais, os melhores patamares para a troca com qualquer categoria de reposição dos últimos 12 meses foram observados em dezembro de 2017, mas a partir de então o poder de compra começou a cair e em maio atingiu o menor valor observado desta série.

Neste intervalo (dezembro a maio) a relação de troca piorou 11,0% para o pecuarista, contudo conforme a entressafra foi chegando, a baixa oferta de boi gordo pressionou para cima os preços da arroba, sendo assim, de lá para cá, o poder de compra do pecuarista mineiro tem se recuperado constantemente.

Continue a leitura após o anúncio

Atualmente a melhor relação está na troca com bezerros de 7,[email protected] Nos preços atuais, a venda de um boi gordo garante a compra de 1,91 bezerro. Em maio a quantidade comprada era 1,25.

As expectativas são de que essa relação continue favorecendo o recriador já que a oferta de boi gordo deve continuar restrita nas próximas semanas dando sustentação aos preços.

Fonte: Scot Consultoria

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO