Reposição em Mato Grosso do Sul: média geral de R$ 2.798 em leilão virtual

O remate eletrônico em Campo Grande registrou movimentação financeira de R$ 4,5 milhões com a comercialização de mais de 1.600 bovinos de corte
Foto: Reprodução / YouTube

Os negócios pela TV e internet envolvendo animais para reposição em Mato Grosso do Sul estiveram mais uma vez aquecidos na noite de domingo, 8 de maio, em mais uma edição do “Leilão Leiloboi Virtual de Corte”.

O remate eletrônico sul-mato-grossense registrou movimentação financeira total de R$ 4,5 milhões com a venda de 1.609 bovinos para cria, recria e engorda, incluindo lotes de diversas raças e classificações.

A média geral apontou R$ 2.798/cab. Por categorias, saíram 1.404 machos pelo preço médio de R$ 2.747 e 205 fêmeas à média de R$ 3.145.

A organização do evento ficou a cargo da Leiloboi Leilões Rurais, com transmissão pelo AgroBrasilTV, Lance Rural, Rural Play e site da leiloeira, que possui sede em Campo Grande. O leiloeiro rural Josias Vitorino coordenou as captações dos lances em estúdio.

Confira na tabela abaixo as médias por categorias:

Leilão Leiloboi Virtual de Corte (Campo Grande, MS) – 8 de maio

S RAÇA / CLASSIF. IDADE PESO MÉDIO VALOR MÉDIO KG/VIVO
F MONTANA 8/10 MESES  – R$ 1.800  –
F NELORE VACA(S) PARIDA(S) 486 kg R$ 4.490 R$ 9,25
M ANGUS 8/10 MESES 266 kg R$ 3.170 R$ 11,91
M MONTANA 9/10 MESES  – R$ 2.450  –
M NELORE 8/10 MESES 235 kg R$ 2.705 R$ 11,54
M CRUZAMENTO INDUSTRIAL 12 MESES 259 kg R$ 2.672 R$ 10,32
M NELORE 12/15 MESES 204 kg R$ 2.465 R$ 12,08
M NELORE 15/18 MESES 290 kg R$ 3.025 R$ 10,43

Fonte: Leiloboi Leilões Rurais

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.