Reposição encarece custos da recria em Mato Grosso

Para o bezerro de ano e de desmama, por exemplo, as altas tem sido significativas, informa o Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária

O custo operacional (CO) da atividade de recria no Mato Grosso subiu 6,68% no segundo trimestre de 2020, em relação ao trimestre anterior, fechando em R$ 158,69/@, de acordo com informações do Instituto Mato-Grossense de Economia Agropecuária (IMEA).

A atividade de recria segue movimento de alta bem intenso em relação ao verificado na atividade de cria, que registrou ligeiro aumento de 0,4% no custo operacional na mesma base de comparação. No sistema de ciclo completo, houve queda de 1,78% no CO.

Continue a leitura após o anúncio

Segundo o Imea, o avanço expressivo no sistema de cria ao longo deste ano está atrelado, principalmente, ao desembolso com a aquisição animal. Este item representou 60,99% do CO. O principal fator para tal aumento é relacionado à valorização dos preços no mercado de reposição, ligado ao cenário cíclico de restrição da oferta de animais.

Para o bezerro de ano e de desmama, por exemplo, as altas no comparativo trimestral foram de 7,30% e 6,57%, respectivamente, informa o Imea.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO