Reprodutores Brangus JT ao valor médio de R$ 26.608

Com liquidez total, o inédito pregão 100% virtual de touros da Fazenda Terra Boa ofertou ainda exemplares Nelore PO e PA/CEIP


Um dos mais aguardados leilões das raças Nelore e Brangus, realizado tradicionalmente no primeiro domingo do mês de julho, foi transmitido pela TV diretamente da sede da Fazenda Terra Boa, em Guararapes, no interior de São Paulo.

Promovido na tarde de 5 de julho pelo criador José Luiz Niemeyer dos Santos, o “Leilão Touros Terra Boa – Edição Virtual” encheu a tela do Canal Rural com matrizes e touros filmados na fazenda, produtos de um trabalho com mais de 50 anos de seleção e melhoramento genético que rendeu diversas premiações em pistas e exposições.

Continue a leitura após o anúncio

Registrando 100% de liquidez, o evento faturou R$ 3 milhões com a venda de 171 animais rústicos e criados a pasto das safras 2017 e 2018, ofertados em lotes individuais, triplos, quíntuplos e megalotes, apontando média geral de R$ 18.038.

Os negócios envolvendo os zebuínos incluíram 34 matrizes prenhes ao preço médio de R$ 13.235 e 38 touros PO à média de R$ 22.318 – valor equivalente a 103 arrobas de boi gordo para pagamento à vista em Araçatuba (R$ 216,5/@), segundo a Scot Consultoria. Os 30 machos arrematados em megalote saíram por R$ 11.700 e os 11 reprodutores PA/CEIP por R$ 14.509 ([email protected] de boi gordo), em média.

Trinta e seis reprodutores Brangus 3/8 foram comercializados à média de R$ 26.608; na conversão por boi gordo, o valor equivale a 112,[email protected] para pagamento à vista – de acordo com o Banco de Dados da DBO, foi o maior preço médio registrado pela raça sintética na categoria em 2020. Também foram negociadas 22 fêmeas prenhes por R$ 14.454, em média.

“O momento é favorável e a procura por touros está em alta. Mais uma vez, o grande interesse dos investidores pela nossa oferta selecionada e adaptada por exemplares Brangus se confirmou. Atingimos boas médias, inclusive no Nelore. De maneira geral, o leilão apresentou resultados muito bons nas duas raças”, disse José Luiz Niemeyer, titular do criatório paulista.

Todos os animais saíram com registro definitivo e avaliação de ultrassonografia de carcaça. O plantel Brangus JT possui avaliações do Programa Natura, da GenSys. Já o rebanho zebu conta com índices superiores do Programa de Melhoramento Genético de Zebuínos (PMGZ), da ABCZ, do Programa Nelore Brasil, da Associação Nacional dos Criadores e Pesquisadores (ANCP) e do Programa de Melhoramento Nelore Qualitas.

Os leiloeiros rurais João Gabriel e João Campo se alternaram no comando do martelo durante as captações dos lances para pagamentos fixados em 30 parcelas. A organização foi da Central Leilões, em parceria com a Agreste Leilões.

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO