[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Revista DBO | Como armazenar DDG e WDG

Especialistas alertam sobre alternativas adequados de conservação, tanto para os resíduos secos quanto os úmidos.

WDG com 40% de matéria seca, acondicionado em silo bolsa.

Por Ariosto Mesquita

Com a expansão das usinas de etanol de milho, cresce a oferta de resíduos de grãos destilados, comumente chamados de DDG (seco) e WDG (úmido). Em maio, a primeira usina de etanol de milho de Mato Grosso do Sul (Inpasa) entrou em operação em Dourados, devendo produzir 230.000 t/ano de DDG (grãos secos destilados com solúveis) nesta primeira fase e até 460.000 t/ano na segunda fase, em obras.

Até o próximo ano, outra unidade (desta vez em Maracaju, MS) promete entregar mais 310.000 t/ano. Devido às distâncias menores que viabilizam o frete (230 a 330 km), esses coprodutos do milho deverão chegar também aos Estados do Paraná e São Paulo.

Seu uso crescente, tanto na suplementação a pasto quanto em confinamentos, gera, porém, novos desafios, como o armazenamento adequado nas fazendas, de forma a evitar perdas. Para responder dúvidas dos usuários sobre isso, DBO consultou especialistas da área de nutrição que acompanham o emprego desses coprodutos de milho no campo.

Apesar de existirem resíduos com diferentes níveis nutricionais, enriquecidos ou não durante o processo industrial com solúveis, as orientações sobre acondicionamento e armazenagem consideram somente o fato de serem secos ou úmidos.

DDG no galpão

“Adquirir DDG e deixá-lo exposto ao vento e à chuva é jogar dinheiro fora. Esse alimento seco não suporta umidade excessiva. É necessário protegê-lo de intempéries climáticas, armazenando-o, preferencialmente, em galpões cobertos”, explica Pedro Veiga, gerente global de tecnologia de Bovinos de Corte da Cargill. Desde que seja abrigado corretamente, não há um limite de tempo para armazenagem do produto.

 

 

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp
Skype
Email
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
Email
Tumblr
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.