[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Revista DBO | Média geral em junho ultrapassa R$ 22.000

Segundo o Banco de Dados da DBO, os machos puxaram as vendas ao longo do mês, com 3.222 exemplares negociados pelo valor médio de R$ 21.552

Novos índices permitem que touros não líderes de sumário, mas bons em carcaterísticas específicas, sejam valorizados e utilizados.

Por Gualberto Vita

O mercado de leilões em junho de 2022 registrou a segunda maior renda para o mês desde 1990, de acordo com o Banco de Dados da DBO. Os 78 remates promovidos até o dia 30 de junho, data do fechamento deste balanço, contabilizaram receita total de R$ 161,7 milhões. Perdeu apenas para junho de 2021, quando as pistas movimentaram R$ 164,1 milhões, recorde para o mês.

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Neste ano, a oferta junina de machos, fêmeas, prenhezes, aspirações e embriões somou 7.289 lotes. Na comparação com igual período do ano anterior, a quantidade de exemplares com genética aprimorada para a produção de carne recuou 43,3%.

Já a média geral seguiu na direção oposta e apontou um forte crescimento de 73,6%, saindo de R$ 12.768, em junho de 2021, para atingir R$ 22.189 no mês passado.

 

 

 

 

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp
Skype
Email
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
Email
Tumblr
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.