[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Revista DBO | Para onde a banda toca

De acordo com o zootecnista e colunista de DBO Danilo Grandini, oportunidades para a carne brasileira seguirão firmes na próxima década

Foto: FevziieRyeman/iStock/Getty Images Plus

Por Danilo Grandini – Zootecnista, com pós-graduacão em análise econômica, e diretor global de marketing para bovinos da Phibro Animal Health

Recentemente, a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) e a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) publicaram as projeções para o setor agropecuário na próxima década. O consumo per capita global de carne deverá saltar de 42,7 kg para 43,7 kg, comparando-se as médias de 2018/2020 com a de 2030, um incremente de 2,3%. Parece pouco, mas considerando-se o crescimento populacional, o aumento na produção de carne bovina deverá ser de 0,68% ao ano, e para ovinos, suínos e aves de 1,46%, 1,09% e 1,43% respectivamente.

A carne bovina perderá espaço na próxima década, algo que vem ocorrendo desde 2008, principalmente devido à concorrência de proteínas de menor custo, aves em especial. Resgatando-se uma interessante informação publicada em 2017 e posteriormente revisada em 2019 pela Our World in Data (veja tabela abaixo), a eficiência dos bovinos em conversão de matéria seca é de 25:1 (considerado o ciclo de produção), enquanto, nas aves, a relação é de 3,3:1.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp
Skype
Email
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
Email
Tumblr
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.