[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Revista DBO | Quer irrigar pastagens? Saiba por onde começar

Em artigo, o zootecnista Adilson de Paula Almeida Aguiar apresenta as bases para a montagem e continuidade de projetos nessa área

Pastagens irrigadas também são manejadas com base em alturas-alvo de entrada e saída do piquete.

Por Adilson de Paula Almeida Aguiar – Zootecnista, professor em cursos de pós-graduação do Rehagro e das Faculdades Associadas de Uberaba (Fazu); consultor associado da Consupec (Consultoria e Planejamento Pecuário), de MG, e investidor nas atividades de pecuária de corte e leite.

No primeiro artigo desta série sobre produção de carne bovina em pastagens irrigadas, publicado em abril, listei os objetivos da adoção desta tecnologia, quais informações/dados devem ser levantados para a realização de um diagnóstico de viabilidade técnico-econômica, quais sistemas de irrigação de pastagens são mais adotados no País, as espécies forrageiras que têm sido mais empregadas e o passo a passo para estabelecimento de pastagens nesses sistemas. Agora, vou apresentar as bases para a montagem e continuidade de projetos nessa área, a partir de dúvidas manifestadas, nos últimos 26 anos, por produtores que têm interesse na tecnologia.

1) Existe alguma diferença de infraestrutura entre pastagem de sequeiro e irrigada? Não. Estando a pastagem estabelecida, antes da preocupação com o manejo do pastoreio, deve-se planejar e conduzir a implementação da infraestrutura, dimensionando as medidas dos piquetes, áreas de descanso, cochos para suplementação, fontes de água, sombreamento e corredores de acesso ao curral e aos piquetes. Este planejamento é ainda mais crítico em uma pastagem irrigada, por causa das altas densidades de lotação, principalmente nas estações de primavera e verão. O número de animais por lote em pastagens irrigadas tem variado entre 150 e 2.100, dependendo da área de pastagens que está sendo irrigada.

2) Existem diferenças no manejo do pastoreio entre pastagem de sequeiro e irrigada?

 

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
WhatsApp
Skype
Email
Telegram
Facebook
Twitter
LinkedIn
Pinterest
Pocket
Email
Tumblr
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.