RS pede à ministra da Agricultura medidas para minimizar efeitos da seca

Governador do Estado solicitou a prorrogação por pelo menos 120 dias das dívidas dos produtores rurais gaúchos com origem no crédito rural

O governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite (PSDB), solicitou na quarta-feira, 12, à ministra da Agricultura, Tereza Cristina, a prorrogação por pelo menos 120 dias das dívidas dos produtores rurais gaúchos com origem no crédito rural; a prorrogação por um ano das parcelas de contratos de investimentos que vencem em 2020; a repactuação de valores do crédito agropecuário em até dez anos e a criação de linhas de crédito para repactuar dívidas de produtores rurais atingidos pela estiagem.

Conforme nota da Secretaria de Agricultura gaúcha, as medidas foram solicitadas por causa da estiagem que prejudicou a produção agropecuária do Rio Grande do Sul – em mais de cem municípios há ocorrência de perdas. Leite participou de reunião com Tereza Cristina em Brasília.

Continue a leitura após o anúncio

“A ministra se comprometeu a avaliar o assunto”, informa a nota. A pasta menciona ainda que Tereza Cristina se comprometeu a conversar com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para discutir possíveis ajudas aos municípios.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO