Menu
Menu

Maior colheita deve puxar exportações de grãos em 2018/19

Segundo consultoria, estimativa é de uma safra 115,7 milhões de toneladas de soja; milho tem potencial de recorde
Foto: Agência Brasil

 

De acordo com a consultoria INTL FCStone, a safra brasileira 2018/19 de grãos deve ser de 115, 7 milhões de toneladas. Este número, revisto em abril pela própria consultoria, representa um aumento de 2,4%  dos dados divulgados em março. Segundo a nota, o resultado da safra é condicionado pela expectativa de uma colheita recorde no Rio Grande do Sul, com 20, 9 milhões de toneladas.

Após a revisão da estimativa da produção de soja, as exportações subiram para 71,5 milhões de toneladas – volume superior aos 70 milhões de toneladas estimados pela Conab.

“Por enquanto, os embarques da oleaginosa estão bastante aquecidos, mas destaca-se que esse número ainda pode sofrer mudanças significativas, em decorrência principalmente do andamento das negociações comerciais entre Estados Unidos e China”, diz a analista de mercado Ana Luiza Lodi, em nota. A estimativa de estoques continua abaixo de 1 milhão de toneladas.

O comunicado da consultoria afirma que a primeira safra de milho deve se manter com produção 28 milhões de toneladas e que “apesar da estabilidade do número de produção total para o Brasil, houve alguns ajustes entre os Estados: um leve corte de produção no Maranhão e Piauí, compensado por um pequeno aumento no Paraná”.

A ‘safrinha’ de milho alcançou um aumento de 550 mil toneladas em comparação ao número de março. A produção de 66,4 milhões de toneladas é uma consequência da estimativa de produtividade aumentada do Paraná, que passou de 5,56 para 5,8 toneladas por hectare, diz a nota.

“Com esse aumento da perspectiva de produção da segunda safra e uma estabilidade do número da safra de verão, a produção total de milho no ciclo 2018/19 está estimada em 94,4 milhões de toneladas, volume que, se confirmado, representará uma forte recuperação em relação ao ano passado”, explica Ana Luiza, no comunicado.

A maior oferta de milho deve resultar estoques em torno de 15 milhões de toneladas. A consultoria informou que não houve ajustes em variáveis de demanda, com as exportações estimadas em 32 milhões de toneladas, nível que, se confirmado, configurará um recorde histórico.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Sudeste Asiático: que mercado é esse?

Coluna do Scot: Exportações brasileiras de carnes para essa região crescem rapidamente. De cinco anos para cá, as exportações de frango, carne bovina e de carne suína cresceram 32%.

Você precisa adquirir uma de nossas assinaturas.

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×

Carrinho