Safra 2019 de café deve alcançar 50,92 milhões de sacas, diz Conab

Números correspondem a uma queda de 17,4% em comparação com a produção de 2018, que foi recorde de 61,66 milhões de sacas.

O Brasil deve colher safra de 50,92 milhões de sacas de 60 kg de café beneficiado em 2019 (arábica e conilon), o que corresponde a uma queda de 17,4% em comparação com a produção de 2018, que foi recorde de 61,66 milhões de sacas. Os números fazem parte do segundo levantamento da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), divulgado nesta quinta-feira, 16.

Conforme comunicado da Conab, o recuo é atribuído à bienalidade negativa nos cafezais, “um fenômeno natural que ocorre com a cultura e faz com que sua produtividade seja maior em um ano e menor no ano seguinte”. No entanto, o Brasil continua como principal produtor mundial e maior exportador da cultura.

De acordo com o levantamento, a colheita já foi iniciada e a produção é considerada como a maior dentro do período de bienalidade negativa. O café arábica, que representa uma produção de 72% do total e é mais influenciado pela bienalidade, deve alcançar safra de 36,98 milhões de sacas, uma redução de 22,1% em comparação com a temporada anterior. Já a produção de conilon está estimada em 13,94 milhões de sacas, uma diminuição de 1,7% ante 2018.

“No caso do conilon, esta projeção deve-se principalmente à expectativa de redução de produção na Bahia e em Minas Gerais, que diminuíram área e apresentam menores estimativas de produtividades médias, e no Espírito Santo, que também diminuiu a produtividade por causa do clima”, informa a Conab.

A área total cultivada no País com as duas espécies totaliza 2,16 milhões de hectares, aumento de 0,2% em comparação com 2018. Deste total, 14,8% estão em formação e 85% em produção. Na safra atual, a área em produção foi reduzida em 1,1%, enquanto a área em formação aumentou 8,7%. Segundo o estudo, por se tratar de uma safra de bienalidade negativa, os produtores aproveitam para realizar tratos culturais nas lavouras e, consequentemente, diminuir a área em produção.

A Conab destaca que neste levantamento foi realizado um mapeamento, com os dados de café nas principais regiões produtoras. O estudo utiliza tecnologias de georreferenciamento, que colabora com as estimativas de áreas.

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print

Notícias relacionadas:

[banner-link-364-x-134-home-geral1]

[banner-link-364-x-134-home-geral2]

[banner-link-364-x-134-home-geral3]

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura: