Safra de café em 2020 deve crescer 13%, para 56,4 milhões de sacas

Estimativa de produção do café arábica é de 42,2 milhões de sacas, diz IBGE

A primeira estimativa do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a safra de café em 2020, divulgada nesta quinta-feira, 9 de janeiro, indica a produção de 56,4 milhões de sacas de 60 kg, ou 3,4 milhões de toneladas. O resultado representa um aumento de 12,9% em comparação com 2019.

A estimativa de produção do café arábica é de 42,2 milhões de sacas, ou 2,5 milhões de toneladas, crescimento de 22,1% em relação ao ano anterior 2019. O rendimento médio apresenta um crescimento de 16,2%, enquanto a área plantada e a área a ser colhida aumentam em 4,2% e 5,0%, respectivamente.

O IBGE explica que a safra 2020 do café arábica é de bienalidade positiva, ou seja, ano em que as plantas estão recuperadas fisiologicamente, uma vez que a produção do ano anterior foi menor. Além disso, os preços do produto recuperaram-se a partir do fim de 2019, o que deve incentivar os produtores a aumentarem os investimentos em tratos culturais e adubação.

Continue a leitura após o anúncio

O IBGE destaca que, até o presente momento, não se tem notícias de maiores problemas com o clima nas principais regiões de produção cafeeira do País, o que deve também refletir na produção de 2020. Minas Gerais, maior produtor de café arábica do País, com 74% do total nacional, estima colher 31,2 milhões de sacas, ou 1,9 milhão de toneladas, crescimento de 26,2% em relação a 2019.

No Espírito Santo, a estimativa da produção é 33,4% maior que em 2019. A produção capixaba deve alcançar 3,4 milhões de sacas, ou 202,0 mil toneladas de arábica.

Para o café conilon, a estimativa do IBGE é de produção de 14,2 milhões de sacas, ou 852 mil toneladas, retração de 7,7% ante 2019. No Espírito Santo, maior produtor brasileiro com participação de 66,3% do total, a produção estimada é de 9,4 milhões de sacas, ou 564,5 mil toneladas, retração de 11,4%.

Em Rondônia, a produção estimada é de 2,5 milhões de sacas, ou 150,9 mil toneladas, aumento de 4,1%. Na Bahia, outro importante produtor desse tipo de café, a estimativa da produção encontra-se em 106,6 mil toneladas, ou 1,8 milhão de sacas de 60 kg.

Segundo o IBGE, O café conilon passou o ano de 2019 sendo comercializado por um valor relativamente baixo, não retornando boa rentabilidade para os produtores. Dessa forma, a menos que haja recuperação dos preços nos próximos meses, não se aguarda aumento nos investimentos em tratos culturais e adubação, o que pode comprometer o rendimento das lavouras ao longo do ano.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Notícias relacionadas:

TV DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Todos direitos reservados @ 2019 | Rua Dona Germaine Burchard, 229 | Bairro de Perdizes, São Paulo-SP

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!
×
×

Carrinho

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio.