Santander fecha 2019 com carteira rural de R$ 20 bi e prevê aumento em 2020

Em 2019, a carteira rural aumentou 22,5% ante os R$ 16,325 bilhões de 2018

O banco Santander fechou 2019 com carteira de crédito para o agronegócio de R$ 20 bilhões e espera crescimento de pelo menos 20% em 2020, antecipou o superintendente executivo de Agronegócios, Paulo Bertolane.

Em 2019, a carteira rural aumentou 22,5% ante os R$ 16,325 bilhões de 2018, puxada pelo crescimento de 30% no varejo, que engloba o crédito a pequenos e médios produtores rurais.

Continue a leitura após o anúncio

Ainda conforme Bertolane, pela primeira vez na carteira agro do banco, o varejo ultrapassou o atacado, segmento voltado para grandes produtores com operações estruturadas, como CRAs e LCAs.

No fim de 2018, 70% da carteira era atacado e 30% varejo. No encerramento de 2019, a proporção passou a ser de 55% varejo e 45% atacado. “Com uma Selic a níveis atrativos e com a estratégia de maior aproximação com o produtor rural e criação de produtos de crédito que suprem a falta de recurso do governo, conseguimos esse movimento”, disse Bertolane.

O Santander deve fechar 2020 com 50 lojas agro em todo o País. Já foram inauguradas 36 e a meta é alcançar 40 já em março, conforme o executivo.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO