Menu
Menu

Kosher: “Se há novas exigências, vamos cumprir” diz Abrafrigo

Desde junho do ano passado, uma nova regra de abate animal em Israel exige uso de box rotativo de imobilização de bovinos

A Associação Brasileira de Frigoríficos (Abrafrigo)  afirmou hoje que a indústria brasileira cumprirá as mudanças estipuladas por Israel no abate kosher. “Se há alguma exigência nova em relação ao abate kosher, evidentemente vamos ter que nos adequar a elas”, observou o presidente da instituição, Péricles Salazar, em entrevista ao Portal DBO.

+Israel muda regras de abate “kosher” e mexe com mercado
+Brasil decide abrir apenas escritório em Jerusalém
+Carne Kosher pode abrir novas possibilidades ao Brasil

Desde junho do ano passado, uma nova regra de abate animal em Israel estabelecida pelo Serviço Veterinário e de Saúde Animal do Ministério da Agricultura de Israel, (IVSAH, na sigla em inglês), que exige o uso de um box rotativo de imobilização de bovinos, a implantação de novas normas de bem-estar animal e o cumprimento das Análises de Perigos e Pontos Críticos de Controle (APPCC).

A nova norma afetou especialmente as plantas de abate animal do Mercosul, que são grandes fornecedoras de carne bovina para Israel. O Uruguai é hoje o principal exportador do bloco, com 26,2% do mercado, seguido pela Argentina (22,5%), Paraguai (18,4%) e Brasil (16,41%).

Para a indústria brasileira, contudo, Salazar se disse estar mais preocupado com as tensões geradas com o mercado árabe após a visita do presidente Jair Bolsonaro a Israel do que com as alterações técnicas em si. “A questão diplomática é algo que preocupa mais porque é um mercado importante pra nós e precisa o governo ter sensibilidade de que nós não podemos prescindir desses mercados árabes”, afirmou Salazar.

Segundo Salazar, o setor tem negociado com o governo a melhor forma para evitar que a nova orientação diplomática do país comprometa o comércio internacional, sobretudo o setor de carnes. O presidente da Abrafrigo defende, ainda, que o Brasil mantenha relações comerciais tanto com Israel quanto com os países Árabes.

“É possível. Israel também é um mercado importante para nós – todo mercado é importante – mas no caso israelense é importante porque também temos empresas aqui no país que já trabalham com fornecimento de carne kosher e o nosso objetivo é abrir mercados”, destacou Salazar.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

[banner-link-364-x-134-home-geral1]

[banner-link-364-x-134-home-geral2]

[banner-link-364-x-134-home-geral3]

SOBRE A MÍDIA DBO

A DBO Editores Associados, fundada em junho de 1982, sempre se caracterizou como empresa jornalística totalmente focada na agropecuária. Seu primeiro e principal título é a Revista DBO, publicação líder no segmento da pecuária de corte. O Portal DBO é uma plataforma digital com as principais notícias e conteúdo técnico dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da cobertura dos leilões de todo o Brasil.

ANUNCIE DBO

Acompanhe aqui o vídeo da edição mais recente da Revista DBO. Para ver os destaques das outras edições, basta clicar aqui.

ASSINE A REVISTA DBO

Revista DBO Ligue grátis: 0800 110618 (Segunda a sexta, das 08h00 às 18h00)

2018 DBO - Todos os direitos reservados

×
×

Carrinho