Secex: embarques de carne suína em julho têm o melhor resultado de 2022

No total, o Brasil exportou 87,91 mil toneladas in natura no mês passado, volume 5% abaixo do registrado no mesmo período de 2021

As exportações brasileiras de carne suína in natura totalizaram 87,91 mil toneladas em julho/22, queda de 5% sobre o volume registrado no mesmo período no ano passado, segundo dados divulgados pela Secretaria de Comércio Exterior (Secex).

Porém, segundo destaca a consultoria Agrifatto, “o resultado obtido no mês passado foi o maior volume mensal embarcado em 2022”.

Em faturamento, as vendas externas de carne suína alcançaram US$ 209,31 milhões em julho/22, cifra 9,5% abaixo da receita alcançada em igual mês de 2021.

VEJA TAMBÉM | Carne bovina: volume de exportações em julho/22 fica bem próximo do recorde histórico para o mês

A tonelada da carne suína brasileira foi comercializada em média por US$ 2,38 mil, uma desvalorização de 2% no comparativo mensal, de acordo com os dados da Secex.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Revista DBO | Nova revolução no cocho

VEJA os destaques da edição de agosto e o Especial Confinamento; na capa, com quase nada ou zero volumoso, a chamada ‘dieta fast’ ganha os cochos, melhora o desempenho dos animais e simplifica as operações.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.