Suínos: preço do quilo vivo sobe 12% no primeiro semestre em MS

Média de preço passou de R$ 3,28 para R$ 3,68 o quilo do animal vivo

O preço médio do quilo do suíno vivo em Mato Grosso do Sul aumentou 12% no primeiro semestre de 2019 ante igual período do ano anterior. A informação é da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Mato Grosso do Sul (Famasul), em nota, tendo como base a Central de Abastecimento de MS (Ceasa). A média de preço passou de R$ 3,28 para R$ 3,68 o quilo do animal vivo.

De acordo com a analista técnica da Famasul, Eliamar Oliveira, “a melhoria no preço do suíno vivo é reflexo do desempenho positivo da demanda”. No primeiro semestre de 2019, no Estado, houve retração de 1% nos abates, totalizando 927 mil cabeças e produção de 83,4 mil toneladas, representando queda de 5,2% frente às 88 mil toneladas do igual período de 2018. Já as exportações, em quantidade, do produto in natura recuaram 96%. Para Eliamar, a produção de Mato Grosso do Sul é mais voltada ao mercado interno, daí a queda nas exportações.

Continue a leitura após o anúncio
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.