Touros Brangus ao valor médio de R$ 14.220

Cabanha Boitatá, no Oeste do Paraná, realizou a primeira edição virtual do seu pregão com a oferta exclusiva de reprodutores PO e CEIP


O pecuarista Antonio Celso de Oliveira Figueiredo, titular da Cabanha Boitatá, reforçou a oferta de reprodutores Brangus prontos para o serviço a campo ao promover na tarde de 23 de maio a quinta edição do “Top Leilão Brangus Boitatá Virtual”.

A receita do primeiro remate eletrônico da Boitatá e exclusivamente com machos chegou aos R$ 665.400, registrando liquidez total; o crescimento do faturamento geral em relação ao pregão do ano passado foi de 42%.

Continue a leitura após o anúncio

+ Conexão Pampa exibe touros e ventres avaliados Hereford e Braford

Os negócios envolveram 47 exemplares PO registrados e touros com CEIP (Certificado Especial de Identificação e Produção) ao preço médio de R$ 14.220 (alta de 44% sobre 2019). Na conversão por boi gordo, o valor corresponde a [email protected] para pagamento à vista na praça (R$ 177,5/@), de acordo com a Scot Consultoria.

Além da seleção de cavalos da raça Crioula, o premiado criatório paranaense com propriedades nos municípios de Lindoeste, Realeza e Três Barras se dedica desde 2003 ao melhoramento genético da raça sintética, gerando animais rústicos e adaptados.

A organização do evento foi da Panorama Leilões, com transmissão pelo site da leiloeira. A captação de lances em estúdio foi coordenada pelo leiloeiro Max Tedy Teixeira, com pagamentos fixados em 14 parcelas.

Acompanhe os resultados dos principais pregões de todo o Brasil no Jornal de Leilões

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO