Tyson lança nova estratégia contra propagação da Covid-19 nos EUA

A empresa diz que já testou quase um terço de sua força de trabalho, e planeja ainda avaliar milhares de trabalhadores toda semana, em todas as suas instalações

Como parte de seu compromisso com a segurança dos membros da equipe e os esforços para proteger os trabalhadores da Covid-19, a norte-americana Tyson Foods está lançando um novo programa de monitoramento contra a doença, informa nesta quinta-feira (30/7) o portal norte-americano Feeedstuffs.

A nova estratégia de monitoramento do novo coronavírus foi projetada com a assistência de especialistas médicos externos e inclui testes contínuos e orientados de trabalhadores sem sintomas, bem como daqueles que apresentam certos sintomas ou estiveram em contato próximo com alguém que possui a doença.

Continue a leitura após o anúncio

“Acreditamos que o lançamento de uma nova abordagem estratégica ajudará ainda mais os nossos esforços para combater o vírus”, disse Donnie King, presidente e diretor administrativo do grupo Tyson. “A adição de mais recursos e tecnologias reforça nosso compromisso de proteger os membros da nossa equipe, suas famílias e comunidades ao redor das plantas”, acrescentou.

Donnie King, presidente e diretor administrativo do grupo Tyson

A Tyson tem usado os testes como uma ferramenta para proteger os trabalhadores e acredita que provavelmente esteve envolvida em mais testes do que qualquer outra empresa nos EUA.

A empresa diz que já testou quase um terço de sua força de trabalho, e planeja ainda avaliar milhares de trabalhadores toda semana em todas as suas instalações. Atualmente, menos de 1% da força de trabalho dos 120.000 membros da equipe da Tyson nos EUA possui a Covid-19 ativo, de acordo com a companhia. A empresa está monitorando continuamente os casos ativos, envolvendo membros da equipe da empresa, bem como os níveis de casos nas comunidades onde a companhia opera.

Com apoio ao novo monitoramento estratégico, a Tyson criou um cargo de diretor médico e planeja adicionar quase 200 enfermeiros e pessoal de apoio administrativo para complementar as mais de 400 pessoas que atualmente fazem parte de sua equipe de serviços de saúde. Os enfermeiros adicionais conduzirão os testes no local e auxiliarão no gerenciamento de casos, coordenando o tratamento para os membros da equipe que contraem o vírus.

“O que estamos adotando é uma abordagem estratégica e contínua para combater a Covid-19”, disse King. “Envolve testes semanais dos membros da equipe em nossas instalações para monitorar a presença do vírus. Usando a ciência de dados para testar uma amostra estatisticamente sólida de membros da equipe, temos uma chance maior de ficar à frente de qualquer possível propagação de vírus e proteger nossas equipes e comunidades”, ressaltou. Fonte: Feedstuffs.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO