[full-banner-1170-x-134-home-geral1]

Um patologista de precisão

O médico veterinário Pedro Paulo Pires tem participação em várias tecnologias desenvolvidas pela Embrapa Gado de Corte onde o eletrônico e o digital estão presentes

“Tudo que existe de chip para bovinos foi originado em experimento com soro contra o botulismo.” – Pedro Paulo Pires

Por Ariosto Mesquita

Contratado em 1989 pela Embrapa para trabalhar como patologista no controle do botulismo – também conhecido como “síndrome da vaca caída” –, o médico veterinário Pedro Paulo Pires acabou se transformando num improvável e premiado ‘pesquisador pec 4.0’. Em 32 anos de empresa, ele soma no currículo a participação na criação de dezenas de ferramentas digitais e/ou de pecuária de precisão que ajudaram a dar ritmo ao processo de tecnificação da bovinocultura de corte brasileira.

Entre suas “invenções” está o primeiro chip subcutâneo para bovinos, o “teclado do peão”, a balança de passagem e o mangueiro digital. Mais recentemente passou a atuar como professor e orientador no Mestrado Profissionalizante em Computação Aplicada, área de concentração em Tecnologias Computacionais para Agricultura e Pecuária, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, que tem a parceria da Embrapa. Nesta nova etapa, ajudou a finalizar e/ou vem orientando teses que vislumbram a criação de novos produtos para automação.

Sem deixar de pensar como patologista, Pires não se imagina mais longe da pecuária de precisão. Sua paixão fica explícita ao receber DBO no laboratório digital da Embrapa Gado de Corte, em Campo Grande, MS. O espaço, segundo ele, sedia boa parte das aulas práticas presenciais (suspensas no momento por causa da pandemia) do mestrado da UFMS, e esconde um acervo impressionante. “Este é o nosso museu. Aqui estão protótipos e modelos de várias ferramentas que criamos”, diz, enquanto vai abrindo armários, caixas e gavetas. Uma das peças é um painel que expõe amostras de chips (encapsulados ou não) testados pela Embrapa ao longo de quase 10 anos (1997-2006). “Isso é parte da nossa história”, observa.

Para continuar lendo é preciso ser assinante.

Você merece este e todo o rico conteúdo da Revista DBO.
Escolha agora o plano de assinatura que mais lhe convém.

Invista na melhor informação. Uma única dica que você aproveite pagará com folga o valor da assinatura.

Se já é assinante, entre com sua conta

This post is only available to members.
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no skype
Skype
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no pinterest
Pinterest
Compartilhar no pocket
Pocket
Compartilhar no email
Email
Compartilhar no tumblr
Tumblr
Compartilhar no print
Print
2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.