USDA aprovou US$ 13,5 bilhões na 2ª rodada de ajuda a produtores afetados pela Covid-19

Desde setembro do ano passado, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos aprovou pagamentos para cerca de 900 mil produtores
Foto: iStock

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) aprovou até agora, na segunda rodada do programa de ajuda a produtores afetados pela Covid-19 (CFAP 2), US$ 13,5 bilhões em pagamentos diretos, informou a agência em comunicado. O período de solicitações para a segunda rodada de ajuda ia originalmente de 21 de setembro a 11 de dezembro do ano passado, mas em 5 de abril deste ano foi reaberto por pelo menos 60 dias. Desde 21 de setembro de 2020, foram aprovados pagamentos a mais de 900 mil produtores.

Do montante total aprovado até agora, US$ 6,234 bilhões foram para lavouras não especiais (soja, milho, trigo, algodão, cevada, sorgo e girassol); US$ 2,573 bilhões para lavouras especiais (frutas, vegetais, castanhas, cogumelos), aquicultura e floricultura; US$ 3,426 bilhões para criadores de bovinos, suínos e ovinos; US$ 1,210 bilhão para produtores de lácteos; e US$ 56,3 milhões para produtores de frango e ovos.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Revista DBO: Comida feita em casa

VEJA os destaques da edição de maio e o especial Instalações e Equipamentos; na capa, a alta nos custos da nutrição incentivam pecuaristas para investimentos em fábrica de ração

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.