USDA eleva estimativa para estoque de milho dos EUA em 2020/21

Relatório mensal de oferta e demanda projeta reservas em 3,323 bilhões de bushels, o equivalente a 84,4 milhões de toneladas

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) elevou na quinta-feira sua estimativa para estoques domésticos de milho ao fim da temporada 2020/21. Em seu relatório mensal de oferta e demanda, o USDA projetou as reservas em 3,323 bilhões de bushels (84,4 milhões de toneladas), ante 3,318 bilhões de bushels (84,3 milhões de toneladas) projetados no mês passado.

Analistas consultados pelo Wall Street Journal esperavam um número maior, de 3,340 bilhões de bushels (84,8 milhões de toneladas). O USDA disse que os estoques de soja nos EUA devem somar 395 milhões de bushels (10,75 milhões de toneladas) ao fim de 2020/21, em comparação a 405 milhões de bushels (11 milhões de t) projetados em maio. Os analistas previam um aumento, para 459 milhões de bushels (12,5 milhões de t).

Quanto ao trigo, a previsão de estoques em 2020/21 foi aumentada, passando de 909 milhões para 925 milhões de bushels (24,7 milhões para 25,28 milhões de t). A previsão do mercado era de 904 milhões de bushels (24,6 milhões de t).

Quanto à produção, a estimativa para o milho foi mantida em 15,995 bilhões de bushels (406,3 milhões de t), enquanto os analistas esperavam uma redução para 15,924 bilhões de bushels (404,5 milhões de toneladas).

A safra de soja também foi mantida, em 4,125 bilhões de bushels (112,28 milhões de t), em comparação a 4,152 bilhões de bushels (113 milhões de toneladas) previstos pelo mercado. O USDA elevou a produção total de trigo de 1,866 bilhão para 1,877 bilhão de bushels (50,8 milhões para 51,1 milhões de t), enquanto os analistas previam uma redução para 1,852 bilhão de bushels (50,4 milhões de toneladas).

Quanto aos estoques mundiais em 2020/21, o USDA reduziu sua previsão para o milho de 339,6 milhões para 337,9 milhões de t. A estimativa para reservas globais de soja também foi cortada, de 98,4 milhões para 96,3 milhões de toneladas. Quanto ao trigo, a previsão passou de 310,1 milhões para 316,1 milhões de toneladas.

Brasil e Argentina

A estimativa para a produção de soja no Brasil em 2019/20 foi mantida em 124 milhões de toneladas. Para 2020/21, foi mantida em 131 milhões de toneladas.

A previsão para a safra brasileira de milho em 2019/20 ficou inalterada em 101 milhões de toneladas. Para 2020/21, foi elevada de 106 milhões para 107 milhões de toneladas.

A projeção para a safra de soja na Argentina em 2019/20 ficou inalterada em 51 milhões de toneladas. Para 2020/21, foi mantida em 53,50 milhões de toneladas. A estimativa para a produção de milho foi mantida em 50 milhões de toneladas para 2019/20 e 2020/21.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Encontre as principais notícias e conteúdos técnicos dos segmentos de corte, leite, agricultura, além da mais completa cobertura dos leilões de todo o Brasil.

Encontre o que você procura:

Cadastre-se e receba nossas notícias

Todos os dias no seu e-mail melhor conteúdo do agronegócio. 

Quais newsletter você gostaria de receber?
Notícias diárias (resumo do dia)Jornal de Leilões (semanal)