USDA investe US$ 32 milhões para melhorar instalações de processadoras de carne

A ajuda do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos vai permitir que processadoras cubram custos de melhorias, como a expansão das instalações existentes

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) anunciou que 167 unidades de abate e processamento de carnes vão receber um total de US$ 32 milhões para expandir sua capacidade e melhorar sua eficiência.

OUÇA 🎧 | Pedido de suspensão à carne brasileira nos EUA seria tentativa de barreira comercial, dizem analistas

Foto: Andrew Harrer/Bloomberg

“O investimento de hoje dá suporte a processadoras locais e regionais de carnes e aves enquanto elas se recuperam da pandemia e também trabalham para expandir a capacidade”, disse em comunicado o secretário de Agricultura dos EUA, Tom Vilsack.

A ajuda vai permitir que processadoras cubram custos de melhorias, como expansão das instalações existentes, modernização dos equipamentos de processamento e cumprimento de requisitos de embalagem, rotulagem e segurança alimentar, disse o USDA em comunicado.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

Cromo: Mineral essencial para bovinos de corte

O cromo é um dos principais minerais utilizados na nutrição de bovinos de corte em todas as fases da vida produtiva, e é reconhecidamente essencial para o organismo dos animais e humanos há mais de 40 anos.

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.