USDA oferece até US$ 1 bi em garantias de empréstimos a empresas rurais nos EUA

Ação visa ajudar empresas rurais e agricultores a obter capital de giro durante a pandemia de Covid-19

O Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA) está oferecendo até US$ 1 bilhão em garantias de empréstimos para ajudar empresas rurais e agricultores a obter capital de giro durante a pandemia de covid-19, disse em comunicado o secretário de Agricultura dos EUA, Sonny Perdue.

Além disso, produtores rurais que não são elegíveis para empréstimos da Agência de Serviços Agrícolas (FSA, na sigla em inglês) do USDA poderão obter financiamento de acordo com disposições incluídas na lei CARES de socorro emergencial para a crise de covid-19. “Garantir que mais produtores rurais possam obter acesso ao capital necessário nesses tempos sem precedentes é um pilar desse compromisso”, disse Perdue.

Separadamente, a FSA anunciou que vai expandir o programa conhecido como Disaster Set-Aside (DSA), normalmente usado após desastres naturais, para incluir produtores rurais afetados pela pandemia. De acordo com as regras do programa, agricultores que tomaram empréstimo da agência e são considerados elegíveis podem deixar de pagar a próxima parcela do empréstimo.

“A FSA reconhece que alguns clientes podem precisar dessa opção para melhorar sua situação de fluxo de caixa em resposta ao surto de covid-19”, disse o administrador da agência, Richard Fordyce.

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.