Valorização do suíno vivo aumenta poder de compra

Recuo nas cotações de importantes insumos da alimentação (milho e farelo de soja), também favoreceu o poder de compra dos suinocultores na média parcial do mês

Os preços do suíno começaram junho em forte recuperação na maioria das regiões acompanhadas pelo Cepea. A típica melhora na demanda por conta da primeira quinzena e a reabertura parcial do comércio em importantes regiões consumidoras favoreceram as vendas e impulsionaram as cotações. Esse cenário, aliado ao enfraquecimento nas cotações de importantes insumos da alimentação (milho e farelo de soja), favoreceu o poder de compra dos suinocultores na média parcial do mês.

Segundo levantamento da Equipe Grãos/Cepea, a possibilidade de safra recorde tem pressionado as cotações do milho no mercado doméstico. Para o farelo de soja, as variações diferiram entre as regiões. Enquanto muitos compradores reduzem as compras por conta de estoques em alta, algumas praças ainda tiveram alta nas cotações.

Continue a leitura após o anúncio
Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO