Valor Bruto de Produção do Agro cai 2,1% em 2018

Queda no desempenho foi influenciada pela desvalorização dos principais produtos da pecuária

O Valor Bruto da Produção Agropecuária (VBP) alcançou R$ 569,8 bilhões no ano passado, ou 2,1% menos do que o recorde de 2017, de R$ 582,3 bilhões, informou nesta terça-feira, 15 de janeiro, o Ministério da Agricultura, em nota. O VBP relacionado apenas à agricultura encerrou 2018 em R$ 383,8 bilhões, ou 1,7% menos do que em 2017. Já o VBP da pecuária foi de R$ 185,9 bilhões, queda de 3,1% ante 2017.

Continue a leitura após o anúncio

Os produtos de maior peso no VBP de 2018 foram algodão, café e soja. No caso da oleaginosa, por exemplo, contribuíram para o desempenho positivo as vendas do grão para a China – em função da guerra comercial entre o país asiático e os Estados Unidos.

Conforme divulgou a Associação Brasileira da Indústria de Óleos Vegetais (Abiove), a China ampliou de 79% para 82% a sua participação nas exportações brasileiras de soja em grão no ano passado. O volume embarcado para o país passou de 53,7 milhões de toneladas em 2017 para 69 milhões de toneladas em 2018, aumento de 28%. Além da guerra comercial, a redução de oferta argentina também contribuiu para este resultado.

Assim, o VBP da soja avançou 12,1% em 2018 em relação ao ano anterior, para R$ 142,3 bilhões. Já o VBP do algodão subiu 45,9%, para R$ 33,78 bilhões, e o do café, outro destaque, subiu 10,1%, a R$ 24,92 bilhões.

Conforme a nota do ministério, o ano passado “não foi favorável” à pecuária, que teve redução de valor em suas principais atividades, como carnes bovina, de frango e suína, além de leite e ovos. “Preços internacionais e retração do consumo interno estão associados a esse desempenho”, analisa o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do ministério, José Garcia Gasques.

O VBP da carne bovina recuou em 2018 ante 2017 para R$ 76,36 bilhões (-0,2%); o da carne de frango cedeu 0,4%, a R$ 53,20 bilhões e o de carne suína, para R$ 13,97 bilhões, expressivo recuo de 19%.

O Ministério da Agricultura divulgou também sua perspectiva para o VBP de 2019, que deve ser positivo em relação a 2018, principalmente por causa da expectativa de melhora do setor pecuário, que mostra crescimento em quase todas as suas atividades. No caso da pecuária bovina, por exemplo, o setor tem expectativa de preços maiores pagos pela arroba do boi gordo, em razão da possível menor oferta de gado aos abatedouros.

Com isso, a perspectiva do ministério para o VBP deste ano é de avanço de 2,1% em relação a 2018, com faturamento de R$ 581,6 bilhões, com a pecuária contribuindo com R$ 200,26 bilhões, ou 7,7% mais ante 2018 e a agricultura faturando em 2019 o total de R$ 381,30 bilhões (-0,7%).

Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Revista DBO – Saindo na frente

Confira a edição de setembro, que traz o “Especial de Genética e Reprodução” com 7 reportagens exclusivas, além de outras 21 reportagens e análises sobre o mundo da pecuária

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO