Venda de genética da ExpoGrande cai pela metade

Gigante do Centro-Oeste teve queda de 37,6% na oferta e 50,6% na receita
Foto: Acrissul

Por Alisson Freitas

Uma das maiores feiras agropecuárias do país, a ExpoGrande sofreu um duro baque de vendas de genética em sua 80ª edição. Promovida pela Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul (Acrissul) entre os dias 24 de março e 9 de abril, em Campo Grande, MS, a mostra teve queda de quase metade na oferta e receita, de acordo com o Banco de Dados da DBO.

Continue a leitura após o anúncio

Este ano foram realizados 18 leilões que venderam 751 animais, prenhezes e embriões por R$ 6,7 milhões. Na comparação com a edição anterior, o número de lotes caiu 37,6% enquanto o faturamento desabou 50,6%. Em 2017, as vendas de genética da ExpoGrande movimentaram R$ 13,6 milhões com 1.203 lotes.

Parte da queda de desempenho esta atrelada ao recuo na venda de equinos. No ano passado foram comercializados 208 lotes de Quarto de Milha, Crioulo e Cavalo Pantanero por R$ 5,9 milhões em quatro leilões, respondendo por 44% da receita total dos remates de genética da feira. Este ano, foram negociados apenas 69 animais em dois leilões por R$ 825.900.

Entre os bovinos, o Senepol foi que teve a maior baixa. Foram vendidos 94 lotes por R$ 1 milhão, ante os 166 exemplares por R$ 2,6 milhões do ano anterior. Já o Nelore foi a raça que manteve desempenho mais parelho, pelo menos em faturamento. Os 380 animais por R$ 3,7 milhões deste ano são próximos dos 597 exemplares por R$ 4 milhões de 2017.

Acompanhe os resultados da 80ª ExpoGrande neste site

Fonte: Portal DBO

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO