Vendas de sêmen cresceram 14% em 2018, com destaque para corte

Foram comercializadas 13,8 milhões de doses no ano passado, ante 12,1 milhões de doses de 2017

O mercado brasileiro de genética bovina registrou crescimento de 14% nas vendas de sêmen em 2018, em relação ao ano anterior, informa a Associação Brasileira de Inseminação Artificial (Asbia).  Foram comercializadas 13,8 milhões de doses no ano passado, ante 12,1 milhões de doses de 2017. O destaque do ano passado foi o setor de corte, que registrou forte aumento anual de 19%, alcançando 9,6 milhões de doses de sêmen comercializadas.

+Lei proíbe inseminação artificial em vacas na Paraíba
+Sérgio Saud comenta avanço no mercado de inseminação em 2018
+Inseminação artificial potencializa ganhos na pecuária

“Em 2018, tivemos uma demanda muito forte por bezerros cruzados no Brasil, em função do aumento da exportação de animais vivos para países do Oriente Médio. Esse aumento no preço do bezerro estimulou os pecuaristas a investir mais em inseminação artificial para ampliar a produção”, aponta o
presidente da Asbia, Sergio Saud. Com isso, continua o executivo, as raças Angus e Brangus tiveram um crescimento bem acentuado no ano passado, puxando para cima as vendas totais de sêmen.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket

Posts Relacionados:

Menu

GALERIA DE FOTOS DO INSTAGRAM

Acompanhe e compartilhe:

Fechar Menu
×
×

Carrinho