Vendas totais de etanol fecham fevereiro em alta, mas mercado interno tem queda

Segundo a Unica, a comercialização pelas unidades produtoras do Centro-Sul do Brasil somaram 2,45 bilhões de litros no mês
Foto: Reprodução/Internet

As vendas de etanol pelas unidades produtoras do Centro-Sul do Brasil somaram 2,45 bilhões de litros em fevereiro, informou a União da Indústria de Cana-de-Açúcar (Unica). O volume representa alta de 1,85% na comparação com o mesmo período de 2020. Do total, 2,276 bilhões de litros foram destinados ao mercado interno e 174,24 milhões de litros à exportação. As vendas para o mercado doméstico no mês recuaram 0,39% na comparação com um ano antes. Em fevereiro do ano passado, 2,285 bilhões de litros foram comercializados dentro do País.

A segunda quinzena do mês teve retração expressiva, de 7,27%, nas vendas internas, fazendo com que o acumulado de fevereiro terminasse em queda mesmo com o avanço de 5,81% na primeira quinzena. “Mesmo com um maior número de dias úteis em função do cancelamento do carnaval, as vendas de etanol domesticamente continuaram aquém do ritmo verificado em fevereiro de 2020, antes do início da pandemia de covid-19”, disse o diretor técnico da Unica, Antonio de Padua Rodrigues, em nota. Segundo ele, a queda da comercialização doméstica no mês foi “um movimento natural de mercado”.

Já o volume de etanol direcionado para o mercado externo no mês corresponde a uma alta de 44,26% ante igual período do ano passado, quando foram vendidos 120,787 milhões de litros para outros países.

Do início da safra 2020/21, em abril de 2020, até 1º de março de 2021, as vendas de etanol pelas usinas do Centro-Sul acumulam retração de 8,38% ante igual período da safra anterior, alcançando 28,37 bilhões de litros. Desse total, 2,533 bilhões de litros foram destinados à exportação e 25,839 bilhões ao mercado interno, informou a Unica. Os volumes representam, respectivamente, alta de 43,54% e queda de 11,52% na mesma base comparativa. O recuo nas vendas domésticas se deve principalmente aos efeitos da covid-19, que reduziu a demanda por combustíveis durante vários meses.

O volume comercializado de etanol anidro no mercado interno caiu 0,57% no mês passado na comparação com igual período de 2020, para 732,61 milhões de litros. Quanto ao etanol hidratado, as vendas para consumo doméstico caíram 0,30% no período, alcançando 1,54 bilhão de litros.

A Unica afirmou em comunicado que o estoque do biocombustível no Centro-Sul em 1º de março estava 5,47% acima do mesmo período de 2020. No caso do hidratado, o avanço foi de 11,48% na mesma comparação.

“Em relação as vendas de fevereiro, o estoque de anidro nas usinas no início de março representava cerca de dois meses de consumo”, diz Rodrigues. “No caso do hidratado, a proporção era equivalente a 1,25 mês de vendas. Os valores estão dentro do necessário para o abastecimento no último mês de entressafra.”

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.