Viés de alta é mantido nos balcões de negócios com bois e vacas

O mercado segue a trajetória de preços elevados e com tendência altista, refletindo baixa oferta de boiadas

Nesta quinta-feira (13/8), os preços do boi gordo e da vaca gorda mantiveram o viés de alta, ainda sustentados pelo “apagão” de animais terminados. Em algumas praças, os valores das boiadas ficaram estáveis no dia de hoje, como em São Paulo, onde o boi vale R$ 229/@ e a vaca, R$ 215/@ (pagamentos a prazo), segundo dados levantados pela IHS Markit. Em outras importantes regiões pecuárias do País, as cotações subiram mais um pouquinho hoje, como nas praças de Tangará e Cáceres, no Mato Grosso, que negociaram o boi a R$ 205/@ e a vaca a R$ 192-193/@, também a prazo.

“Em todo o País, as unidades frigoríficas habilitadas para exportação se destacam, em termos de atuação no mercado, uma vez que a demanda pela carne brasileira segue favorecida no cenário internacional”, destaca a IHS.

Além do bom ritmo dos embarques, o aumento das vendas de carne bovina no mercado interno ao longo desta primeira quinzena de agosto tem injetado confiança nas indústrias frigoríficas, elevando o ritmo dos negócios, relata a consultoria.

Nas praças com maior presença dos confinamentos, os transações registraram maior liquidez, em função da entrada de lotes de animais comprados a termo, observa a IHS.

No atacado de São Paulo, o preço da vaca casada subiu para R$ 14,30/kg nesta quinta-feira.  O avanço da cotação tem suporte na menor oferta dos cortes que, por sua vez, se deve à dificuldade das indústrias de avançar com as escalas de abate de fêmeas, justifica a consultoria.

Giro pelas praças

Na região de Tocantins, a cotação do boi gordo avançou mais um pouco nesta quinta-feira. Indústrias da região alegam dificuldade para compor as escalas de abate, devido ao forte quadro de restrição de oferta.

Em contexto semelhante, a arroba também se valorizou no Pará. Diante dos encarecidos custos da reposição, os pecuaristas condicionam preços mais altos na venda da boiada para conseguir recompor os seus plantéis, informa a IHS Markit.

No Rio de Janeiro, arroba registrou alta nesta quinta-feira, também motivada pela dificuldade da indústria em encontrar animais prontos.

No Centro-Oeste do País, os preços subiram novamente no Mato Grosso e em Goiás. Em ambos os Estados, a elevação das cotações da arroba promoveu um aumento da oferta de animais, e as programações de abate já começam a ser preenchidas para a última semana do mês, relata a IHS.

No dia de hoje, lotes pontuais também foram negociados a valores mais altos no Paraná.

Confira as cotações desta quinta-feira, 13 de agosto, segundo dados da IHS Markit:

SP-Noroeste:

boi a R$ 229/@ (prazo)

vaca a R$ 215/@ (prazo)

MS-Dourados:

boi a R$ 217/@ (à vista)

vaca a R$ 205/@ (à vista)

MS-C. Grande:

boi a R$ 219/@ (prazo)

vaca a R$ 207/@  (prazo)

MS-Três Lagoas:

boi a R$ 219/@ (prazo)

vaca a R$ 207/@ (prazo)

MT-Cáceres:

boi a R$ 205/@ (prazo)

vaca a R$ [email protected] (prazo)

MT-Tangará:

boi a R$ 205/@ (prazo)

vaca a R$ 193/@ (prazo)

MT-B. Garças:

boi a R$ 208/@ (prazo)

vaca a R$ 200/@ (prazo)

MT-Cuiabá:

boi a R$ 203/@ (à vista)

vaca a R$ 194/@ (à vista)

MT-Colíder:

boi a R$ 196/@ (à vista)

vaca a R$ 185/@ (à vista)

GO-Goiânia:

boi a R$ 222/@ (prazo)

vaca R$ 212/@  (prazo)

GO-Sul:

boi a R$ 222/@ (prazo)

vaca a R$ 212/@ (prazo)

PR-Maringá:

boi a R$ 222/@ (à vista)

vaca a R$ 207/@  (à vista)

MG-Triângulo:

boi a R$ 227/@ (prazo)

vaca a R$ 218/@ (prazo)

MG-B.H.:

boi a R$ 231/@ (prazo)

vaca a R$ 216/@ (prazo)

BA-F. Santana:

boi a R$ 229/@ (à vista)

vaca a R$ 216/@ (à vista)

RS-P.Alegre:

boi a R$ 212/@ (à vista)

vaca a R$ 202/@ (à vista)

RS-Fronteira:

boi a R$ 212/@ (à vista)

vaca a R$ 202/@ (à vista)

PA-Marabá:

boi a R$ 217/@ (prazo)

vaca a R$ 212/@ (prazo)

PA-Redenção:

boi a R$ 217/@ (prazo)

vaca a R$ 222/@ (prazo)

PA-Paragominas:

boi a R$ 214/@ (prazo)

vaca a R$ 204/@ (prazo)

TO-Araguaína:

boi a R$ 222/@ (prazo)

vaca a R$ 210/@ (prazo)

TO-Gurupi:

boi a R$ 218/@ (à vista)

vaca a R$ 210/@ (à vista)

RO-Cacoal:

boi a R$ 205/@ (à vista)

vaca a R$ 193/@ (à vista)

RJ-Campos:

boi a R$ 217/@ (prazo)

vaca a R$ 205/@ (prazo)

MA-Açailândia:

boi a R$ 212/@ (à vista)

vaca a R$ 195/@ (à vista)

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.