“Yak”, o boi “made in China”

Pesquisadores brasileiros conheceram o bovino criado nas alturas dos planaltos chineses

Conhecida por seu espantoso crescimento econômico, extensão territorial e grande número de habitantes, a China quer dar um upgrade na sua bovinocultura. Em busca de conhecimento e troca de experiência, os chineses convidaram pesquisadores brasileiros para conhecer o “Yak” (Bos grunniens), raça originária do Tibete. A visita aconteceu durane um evento Xining, província de Quinghai.

Rústico e adaptado, o Yak é criado em altas altitudes (2.500 m a 6.000 m) e tem grande importância econômica e social, pois fornece alimento para milhares de famílias que se dedicam ao pastoreio nos grandes planaltos chineses.

Segundo explicou Cláudia Sampaio, professora da Universidade Federal de Viçosa (UFV), em artigo escrito exclusivamente para DBO, o objetivo dos pesquisadores chineses é melhorar a eficiência produtiva do Yak doméstico (puro e cruzados), estabelecendo um sistema próprio de exigências nutricionais e um padrão de qualidade para a carne da raça.

Veja reportagem completa na edição de outubro de DBO.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on email
Email
Share on pocket
Pocket

Posts Relacionados:

Menu

GALERIA DE FOTOS DO INSTAGRAM

Acompanhe e compartilhe:

Fechar Menu
×
×

Carrinho