Zoetis participa da Megaleite 2022

A Zoetis estará presente na tradicional feira mineira com todo o seu portfólio

De 15 a 18 de junho, acontece em Belo Horizonte (MG), a Megaleite 2022. Considerada uma das maiores feiras da pecuária leiteira no Brasil, o evento terá a participação das principais raças leiteiras e reunirá empresas, pecuaristas, pesquisadores e especialistas da área.

Organizado pela Associação Brasileira dos Criadores de Girolando, a Megaleite destacará a contribuição da genética para o crescimento do setor e contará com uma ampla programação: julgamentos, torneios leiteiros, leilões, feira de negócios, debates e palestras.

“Realizada há quase 20 anos, a feira tem se mostrado um importante canal de apresentação de tecnologias e de troca de experiências com colegas e pesquisadores”, diz Janaina Giordani, Gerente de Produtos da linha Leite da Zoetis.

A Zoetis estará presente com todo o seu portfólio, destacando especialmente o programa que traz soluções completas para a melhoria da produção e da rentabilidade da atividade, o Saber com Zoetis Produz +, e Clarifide Girolando, o serviço de avaliação genética desenvolvido especificamente para a raça Girolando, único no mercado, que ajuda os produtores a identificarem animais superiores e aumentarem a rentabilidade das fazendas leiteiras.

“Tanto o Saber com Zoetis Produz + quanto o Clarifide Girolando são acessíveis a qualquer produtor. São serviços e tecnologias que visam reduzir custos e aumentar a produtividade”, explica Janaina.

No primeiro dia (15), às 14h, a Zoetis promoverá a palestra “Como ganhar dinheiro melhorando a qualidade do leite”, com a médica-veterinária Mariana Brant, sócia-proprietária da Consultoria +Leite.

Durante todo o evento, a Zoetis estará à disposição dos produtores que quiserem conhecer melhor seus serviços e tecnologias e tirar dúvidas.

Fonte: Ascom Zoetis

Compartilhe
WhatsApp
Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
Email

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Revista DBO | Na vanguarda ambiental

VEJA mais destaques da edição de julho; na capa, Liga do Araguaia entra no “mercado verde”. Alguns produtores já recebem de R$ 250 a R$ 370/ha/ano para manter excedente florestal de pé.

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.