Cepea deixará de calcular valor bruto do leite a partir de 2020

Mudança foi decidida durante encontro com entidades do setor que participam da coleta de dados do Cepea

O Cepea informou hoje que deixará de calcular o valor bruto médio do leite a partir do ano que vem. A mudança foi decidida durante encontro com a Organização das Cooperativas do Brasil (OCB) e da Associação Brasileira de Laticínios (Viva Lácteos) no dia 5 de fevereiro última.

+Mercado de leite cresceu 0,5% em volume e 4% em valor no Brasil
+Silagem de milho: bem-feita, cabe em qualquer propriedade leiteira
+Custos estáveis garantem certa tranquilidade ao produtor de leite

Segundo o Centro de Estudos, as entidades ressaltaram que as negociações do leite ao produtor devem ter como referência o preço líquido, o que confere maior importância a esse indicador em detrimento do valor bruto.

O encontro com OCB e Viva Lácteos teve como intuito avaliar os resultados do primeiro ano do Projeto Piloto, que definiu novas metodologias para o levantamento de preço aplicadas pelo Cepea desde janeiro do ano passado.

As entidades também apontaram a necessidade de expandir a amostra do levantamento, reforçar a padronização da coleta de dados, uma vez que a pesquisa do Cepea não utiliza preços negociados em contrato, e de promover a transparência nas informações divulgadas e na auditagem dos dados.

O Projeto Piloto se caracteriza pelo envio de informações de preços e de volumes negociados com produtores no mês anterior até o 5º dia útil do mês subsequente. Em contrapartida, o Cepea elabora uma prévia de mercado enviada aos participantes até o 10º dia útil, contendo informações de preços médios por estratos de produção e volumes negociados.

Atualmente, participam do Projeto Piloto 28 empresas/cooperativas associadas à OCB e à Viva Lácteos. Ao longo de 2018, o volume amostrado por essa pesquisa em GO, MG, SP, PR, SC e RS representou, em média, 26% do total inspecionado nesses respectivos estados.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

DNA de gestora

Quem observa a médica veterinária Carine Letícia Schneider Faifer (29 anos) em frente a uma das poucas escolinhas infantis de Chapadão do Céu (cidade goiana

Uma jovem pioneira

Aos 21 anos, Maria Vitória Faé Proença já é pecuarista famosa em Santa Catarina. Ela é dona da Fazenda Vitória, em Rio das Antas (207

Que modelo sucessório adotar?

Não são poucas as dúvidas das famílias rurais quando o assunto é sucessão. Além da delicadeza da questão, definir qual modelo adotar não é tarefa

Fechar Menu
×

Carrinho