Abates podem registrar novo aumento ou estabilidade em 2019

Previsão mais otimista é de crescimento de 2%; no ano passado, alta foi de 3,4%.

Em entrevista ao jornal Valor Econômico, a diretora da consultoria Agrifatto, Lygia Pimentel, disse que os abates de bovinos devem crescer novamente em 2019, seguindo a tendência verificada nos anos de 2018 e 2017.

Na previsão de Lygia, a elevação poderá ser de 2% este ano, ou seja, um pouco menor da verificada entre 2018 e 2017.

Segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), os abates de bovinos inspecionados tiveram acréscimo de 3,4% no ano passado, para 31,9 milhões de cabeças, na comparação com 2017.

No Anuário DBO 2017, que circulou no mês de janeiro deste ano, o analista Hyberville Neto, da Scot Consultoria, disse que o volume total de abates (incluindo a quantidade de animais que são levados ao gancho de maneira informal, ou seja, não inspecionados) deve alcançar praticamente a mesma quantidade projetada para 2018, em torno de 42 milhões de cabeças.

Na ocasião, Neto justificou a sua estimativa: “Tipicamente temos redução dos abates nos momentos de inversão de tendência do ciclo pecuário. No entanto, como em 2019 provavelmente teremos um mercado consumidor mais ávido, tanto no âmbito doméstico quanto externo, acreditamos nesta relativa estabilidade”, disse.

Três meses depois da previsão de Neto relatada no Anuário DBO, a demanda interna de carne bovina ainda não deslanchou, mas as exportações continuam em ritmo bastante acelerado.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Fechar Menu
×

Carrinho