Ações da Bayer podem subir 30% em caso de acordo para encerrar processos

Acordo de US$ 8 bilhões representariam cerca de US$ 400 mil por pessoa. Atualmente companhia enfrenta 18,4 mil processos
Logo de divulgação da empresa

As ações da Bayer podem subir até 30% se a empresa fizer um acordo de US$ 8 bilhões para encerrar processos envolvendo o glifosato, disse o banco de investimento Bernstein, após a Bloomberg informar que isso estaria sendo discutido. Os US$ 8 bilhões representariam cerca de US$ 400 mil por pessoa.

Segundo o banco, embora os autores das ações provavelmente devam exigir um valor mais alto, qualquer acordo abaixo de US$ 30 bilhões vai impulsionar as ações. Isso removeria as incertezas que vêm pesando sobre os papéis, disse o Bernstein.

Continue a leitura após o anúncio

Já o Citi acredita que os investidores reagiriam positivamente a um acordo de menos de US$ 10 bilhões. O banco diz, porém, que mesmo assim o mercado deve continuar contestando a atual liderança da Bayer e a estrutura do grupo.

Atualmente, a Bayer enfrenta 18,4 mil processos que alegam que o glifosato, ingrediente ativo do herbicida Roundup, causaria câncer. Desde agosto do ano passado, a companhia já sofreu derrotas em três julgamentos e foi condenada a pagar indenizações de milhões de dólares a quatro pessoas que teriam desenvolvido câncer por causa da exposição ao Roundup. Em junho, a Bayer criou um comitê de acompanhamento dos processos judiciais envolvendo o herbicida.

Compartilhe
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no telegram
Compartilhar no email
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no telegram
Telegram
Compartilhar no email
Email

Publieditorial

2742961

Newsletters DBO

Os destaques do dia da pecuária de corte, pecuária leiteira e agricultura diretamente no seu e-mail.

Conteúdo original Revista DBO