Aprosoja comemora parecer da Anvisa sobre o glifosato

Segundo a Aprosoja-MT, parecer da Anvisa "coloca em 'xeque' acusações feitas ao setor de produção de alimentos"

A Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja-MT) comemorou hoje o parecer positivo da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) sobre o glifosato. Segundo a entidade, a avaliação da Anvisa “reforça compromisso com produção sustentável” e “coloca em ‘xeque’ acusações feitas ao setor de produção de alimentos”.

+Anvisa descarta risco de câncer causado pelo glifosato e atesta defensivo
+Mapa confirma limite de glifosato acima do permitido pela Rússia
+Justiça suspende liminar e libera uso do glifosato
+Bayer não espera redução das vendas de glifosato

“Esse estudo é fundamental, pois mostra que os produtores não estão envenenando os alimentos. Essa demonstração da Anvisa mostra a preocupação que o país tem na questão da sustentabilidade e de alimento de qualidade. Mostrando que a sustentabilidade da nação passa pela produção”, afirma Naildo Lopes, vice-coordenador da Comissão de Defesa Agrícola da Aprosoja-MT.

Após reavaliação, a Anvisa concluiu que o glifosato não causa mutações no DNA, nem nos embriões ou fetos, não é cancerígeno e não é desregulador endócrino, não afetando a reprodução humana. Ainda de acordo com a ag~encia reguladora, a conclusão da reavaliação é semelhante à obtida em outros países que recentemente fizeram a análise do uso do glifosato no campo, como os Estados Unidos e o Canadá, além da União Europeia.

O glifosato é o defensivo mais utilizado no Brasil para a eliminação de ervas daninhas, sendo usado nas lavouras de soja, milho, algodão, arroz, feijão, café, banana, cacau, cana-de-açúcar, citros, coco, fumo, maçã, mamão, nectarina, pastagem, pêra, pêssego, ameixa, seringueira, trigo, uva e nas florestas de eucalipto e pinus.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on skype
Skype
Share on email
Email
Share on telegram
Telegram
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on pinterest
Pinterest
Share on pocket
Pocket
Share on email
Email
Share on tumblr
Tumblr
Share on print
Print

Veja também:

Fechar Menu
×

Carrinho